Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Concluído monitoramento do Eixo Governança e Gestão do Acordo de Resultados

Publicação:

O governador Sartori destacou os esforços que o governo fez e precisa fazer na desburocratização da máquina pública
O governador Sartori destacou os esforços que o governo fez e precisa fazer na desburocratização da máquina pública - Foto: Karine Viana/ Palácio Piratini
Por Governo do Rio Grande do Sul

O Acordo de Resultados, firmado pelo governo do Estado com todos os órgãos da administração direta e indireta, estipulando as metas a serem alcançadas, concluiu, nesta terça-feira (15), o primeiro ciclo do Eixo Governança e Gestão, que é composto pelas secretarias de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG) e Agergs; de Comunicação (Secom); de Modernização Administrativa e dos Recursos Humanos (Smarh), Detran RS e IPE; da Fazenda (Sefaz) e Procergs; da Casa Civil e Procuradoria-Geral do Estado (PGE RS).

A reunião, coordenada pelo governador José Ivo Sartori e pelo secretário de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG), Josué Barbosa, monitorou 51 indicadores, 150 projetos entregáveis e oito prioritários, garantindo a eficiência na gestão das contas públicas, a integração e a transparência na utilização dos recursos e a unidade na busca pela efetiva execução dos compromissos e objetivos estratégicos.

Na ocasião, foram monitorados os prioritários sobre as concessões e as parcerias público-privadas; os investimentos em tecnologia digital; a implantação de infraestrutura estadual de dados espaciais; o Recupera +RS, responsável por identificar valores e origens dos créditos para obter resultados mais efetivos; a qualidade do gasto, para sistematizar a disponibilização, a utilização de preços para compras públicas e a gestão de despesas; a modernização da receita; a implantação do portal do gestor, que reúne dados dos servidores proporcionando análise qualitativa e quantitativa do quadro pessoal e a gestão de ativos.

O governador Sartori destacou os esforços que o governo fez e precisa fazer na desburocratização da máquina pública. “Temos que eliminar os processos burocráticos que evitam o Estado de avançar utilizando muita seriedade e transparência”.  Por fim, ressaltou a forma como o Acordo de Resultados está modificando a cultura de gestão e afirmou que precisa estar fortificada nas diversas camadas administrativas.

Josué Barbosa reforçou que, em comparação com o ano anterior, houve um incremento de 74% nos índices acompanhados no Eixo em 2018. “Isso significa dizer que mais pessoas estão fazendo parte da sistemática de governança e gestão em curso no Estado, realizando a disseminação nos órgãos, refletindo melhores resultados à população”, declarou.

Participaram da reunião o chefe da Casa Civil, Cleber Benvegnú; a secretária de Comunicação, Isara Marques; o procurador-geral do Estado, Euzébio Ruschel; o secretário adjunto da Smarh, Leandro Andreoli Balen; secretário adjunto da Sefaz, Álvaro Fakredin, a secretária adjunta da SPGG, Melissa Custódio; o diretor-geral do Detran RS, Paulo Roberto Kopschina; o titular da Agergs, Isidoro Zorzi; o diretor administrativo-financeiro, do IPE, Nilton Donato; o diretor geral do EDP, Álvaro Woiciechoski; a vice-presidente da Procergs, Deborah Villela; demais diretores, gerentes e assessores de gestão.

Texto: Gustavo Rech/Ascom SPGG
Edição: Sílvia Lago/Secom

Comitê de Governança - Política TIC RS